Volátil Pinacoteca

Como foi o M/E/C/A Festival

Posted on: fevereiro 3, 2011

Não tenho pretensões de fazer uma super resenha sobre o M/E/C/A Festival. Já existem ótimas resenhas pululando Internet afora. Mantendo bem o espírito opinativo e pessoal desse blog, vou destacar alguns pontos que me chamaram a atenção.

  • O primeiro ponto bacana foi a organização. Apesar de um pequeno atraso para abrir os portões, todos os shows começaram no horário.
  • A montagem do palco era muito esperta. Tinha uma plataforma giratória pra montar a percussão, o que agilizava incrivelmente o processo.
  • Área coberta suficiente pra todo mundo. Claro, a galera ficaria toto-munto-xunto e não seria tão confortável, mas se começasse um toró, todos poderiam ver os shows sequinhos.

  • A cerveja acabou por volta da meia noite. Eu não estava bebendo nada alcoólico, mas a galera reclamou um pouco. De qualquer forma, o bar estava atendendo rápido e o pessoal foi atencioso.
  • Tinham MUITOS banheiros químicos. Não fiquei na fila em momento nenhum. E ainda distribuiam papel higiênico. Parece bobagem, mas faz bastante diferença (principalmente pra meninas).
  • Talvez seja pedir demais, mas senti falta de um espaço com pia, ou uma torneirinha que fosse. Ok que nenhum festival tem, mas seria um diferencial bacana.
  • A ação da Converse foi muito legal. Além de ver o pessoal customizando os All Star na hora (tinha que participar de um concurso prévio), eles distribuiram montes de cadarços, que a galera foi usando como colar, fita pro cabelo, pulseira.

  • Os shows foram muito coesos. Quem foi pra ver Vampire Weekend ou Two Door Cinema Club com certeza curtiu todas as outras bandas. Não é como alguns outros festivais (Live and Louder, estou olhando pra você) em que uma banda não tem nada a ver com a outra.
  • Dancei, pulei e cantei como uma louca com Vampire Weekend. Mas ainda gostei mais de Two Door Cinema Club.
  • As fotos desse post foram afanadas do I Hate Flah e Hick Duarte. Eu saí em duas fotos, sendo que em uma estou de boca aberta, então não rola mostrar minha cara indie por essas bandas.

No balanço final, o M/E/C/A foi um baita festival, bem organizado, com uma vibe boa. Galerinha organizadora de shows aqui no sul tem muito a aprender com eles. E que venha o M/E/C/A 2012!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Um blog sobre tudo, nada ou o que me der na telha. Volátil.

Twitter

%d blogueiros gostam disto: