Volátil Pinacoteca

Poker4Dummies

Posted on: fevereiro 11, 2011

Fiz o curso Poker4Dummies da Perestroika, escola de criação bacaníssima aqui de Porto Alegre. Quando eu falei no twitter que estava fazendo um curso de poker, muita gente me perguntou por que raios eu faria um curso sobre um jogo de cartas. Na verdade, tive muitas razões:

  • Meu primeiro contato com poker foi há muitos anos, quando meus tios tiveram uma fase woo-hoo-poker-vamos-ficar-ricos. Jogavam tão bem que por anos eu acreditei que a melhor mão do jogo fosse algo chamado Royal Street Flash, que seria uma sequência com todas as cartas de ouros.  Pra vocês terem noção de como a minha iniciação foi correta.
  • É um curso pra se divertir, espairecer, e eu estava precisando muito de algo que tirasse a minha cabeça das putas-faltas-de-sacanagem que aconteceram recentemente.
  • Eu tenho problemas com pessoas. Aprendi na marra a ser menos ingênua, mas eu costumo levar de 10 a 15 segundos pra me dar conta que estão me sacaneando. Eu acredito no que me dizem e isso é ruim em um número que tende ao infinito de vezes. E o poker te dá uma certa malícia, te ajuda a ver além do que está sendo dito.
  • Um curso que pode me dar manhas estatísticas? Um jogo onde eu posso contar mais com matemática que com sorte? Bah, de repente nesse eu tenho chance!
  • E tem a Lady Gaga, claro.

todos joga

A primeira aula falou de regras básicas, dinâmica de jogo e mãos. Quais são, qual vence qual. Teve muito treinamento de olho pra identificarmos jogos (os nosso e os dos outros). E dicas, muitas dicas pra não sermos o fish da mesa. Fish é o bobalhão, o que sempre cai nas iscas. É o tio bêbado que aposta como louco ou o teu primo com complexo de Pedro e o Lobo que acha que mentindo vai ganhar de todas as gatinhas no strip poker e acaba pelado. É importante não ser esse cara se você gosta de seu dinheiro e da sua reputação.

Nessas eu descubro que o Royal Street Flash na verdade se chama Royal Straight Flush, e é uma sequência de T, J, Q, K, A, todos do mesmo naipe.

Fun fact: por conta do super jogo inventado pelos meus tios, por muito tempo eu fiz teorias ligando Jumpin’ Jack Flash com poker. Afinal, Jack é valete. Flash seria uma sequência maravilhosa e modafóca. E sim, eu tenho sérios problemas.

valete fodalhão

A segunda aula tratou das tells, ou seja, dos sinais involuntários que damos com o corpo e que entregam o que estamos pensando e sentindo. Vimos algumas encenações básicas do cara que jura que é ator e que vai enganar todo mundo – mas na real é um noob berrando pra ter a conta rapada. Vimos alguns gênios sacando exatamente as cartas que os oponentes tinham baseado só no comportamento deles. E, claro, vimos dicas pra não nos entregarmos assim tão fácil.

Isso tudo pode ser aplicado pra analisar o tipo de jogador, como ele encara suas mãos e jogadas, pra saber com uma probabilidade bem maior de acerto o que é blefe e quando é realmente uma mão monstruosa.

A aula foi uma delícia e no final das contas eu já estou conseguindo sacar melhor algumas atitudes, pelo menos frente ao jogo. O problema é que tu pode começar a ver tells em todas as situações da tua vida. Cuidarei a cara do meu namorado da próxima vez que perguntar se estou gorda.

não jogue poker com esse cara

A terceira aula foi sobre os tipos de aposta. Assim como numa dança, no poker também existem certos passos a serem feitos para que o objetivo final seja alcançado – e como todos sabem, o objetivo de qualquer um que jogue poker é ser beautiful n’ dirty rich.

Existe uma série de estatísticas que são muito úteis para guiar as rodadas. No final das contas, é bastante lógico, se você considerar que o número de cartas de todos os jogadores é o mesmo e o baralho não muda. Tudo matemática. Eu sei que falando assim é confuso, mas não, eu não vou explicar mais, por que não sou a Madre Teresa de Calcutá e isso seria distribuir dinheiro. Tá pensando que chegar no nível Carolina Ferraz de ryquezah é fácil?

eu sei estatística!

A última aula teve participação do Diego Brunelli, jogador profissional do PokerStars. O cara é muito tranquilo e super gente boa. Pode jogar fora a imagem do mafiosos fumando charuto em volta de uma mesa de carteado. Os jogadores profissionais de hoje usam calça jeans e podem se parecer com qualquer um de nós.

Obviamente que essa cara de normalidade só durou até ele abrir 8 mesas ao mesmo tempo e ganhar em todas explicando as jogadas numa velocidade inimaginável, precisando de tradução simultânea do Tiago (nosso professor e, na minha singela opinião,  Mestre dos Magos do poker particular da turma). Ou quando ele disse que as 8 mesas eram simples, por que ele jogava ao mesmo tempo em 30 mesas. Passada a vontade de ir chorar no cantinho pela minha inaptidão, surge um ânimo ao ver que é possível ser um jogador enloquecidamente bom e que com técnica e disciplina (e um investimento de alguns dólares) dá pra chegar lá.

Não preciso falar que eu achei o curso muito proveitoso, além de uma delícia de fazer. O pessoal da Perestroika faz de tudo pra gente aprender e se divertir horrores. Tanto que semana que vem eu vou fazer o SET UP, curso sobre narrativa e estética de humor. Virei fã, sim. Sue me.

E agora que estou criando patinhas e começando a colocar a cabeça pra fora da água, me sinto pronta pra minha primeira poker nite de verdade. Quem aí quer jogar comigo?

Anúncios

8 Respostas to "Poker4Dummies"

Eu. Semana que vem?! =p

Agora vai lá e arrasa no DACOMP =D

Haha, é verdade! Poxa, justo agora que não tô mais fazendo cadeiras, só TCC. Huuum, acho que vou dar uma voltinha pelo Vale especialmente pra isso! =D

tão jogando poker no dacomp?
me senti uma criancinha quando lembrei que, no meu tempo, se jogava mal-mal da computação (ou truco)…

Estão dizendo que vai rolar um Poker de Solteiros por aí…. Mas acho que é lenda.

pois é, eu tbm ouvi falar. tô começando a achar que é verdade.

não me interessa, né, e posso garantir que não é o poker que eu e o pinky vamos jogar semana que vem – afinal, somos namorados e comportados (not so much, mas okay, vcs entenderam o que eu quis dizer).

mas é sempre bom dar a dica pros amigos e amigas que estão solteiros 😉

[…] curso de humor da leva dos expressos de verão da Perestroika. Me animei a fazer o Set Up por que o Poker4Dummies foi muito bom. Apostei certo: o curso foi muito bacana e, apesar dos insistentes avisos do Felipe […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Um blog sobre tudo, nada ou o que me der na telha. Volátil.

Twitter

%d blogueiros gostam disto: