Volátil Pinacoteca

Archive for the ‘Literatura’ Category

Eu amo gatos, assim como 98,76% das pessoas que têm acesso à Internet. Adoro LOLCats, fico com cara de imbecil vendo fotinhozinhoinhas-owwwn-que-bonitinhas de bichanos com legendas em inglês pré-escolar.

Um dos achados mais legais nos últimos tempos foi o Cat versus Human. Tem o Tumblr e o Blog, ambos com as mesmas tirinhas e, na real, o mesmo conteúdo. Assine o que você achar melhor. Existem pessoas que gostam de dar diversas opções ao mundo.

As tirinhas mostram o mundo mágico das pessoas que amam seus gatos e mostram como ele mandam na casa, fazem o que bem entendem, destróem nossos cabos e vestidos e continuam sendo fofamente adorados.

Outra série que faz isso com maestria é a Simon’s Cat. O Simon é um cara que faz animações e que tem um gato. Aí ele resolveu fazer animações inspiradas no gato dele. E são perfeitas.

E um brinde pros loucos pela gata sem boca mais fofosa do Japão: a loja da Sanrio tá com promoção de novo, e dessa vez é a torradeira meu-deus-coisa-mais-querida.

Notem a ironia fina da coisa: uma torradeira de uma gata-sem-boca. Mas se existe Café Sanrio, onde vendem bolinhos e chocolates da gata-sem-boca, o que é uma torradeira? Que eu tô falando, japoneses produzem desenhos animados pornôs onde meninas fantasiadas de coelhos fazem amor com tentáculos, por que eu me preocupo com a falta de noção de torradeiras da Hello Kitty?

Fato é que a loja é confiável, por que eu comprei um caminhão de tralhas e ela me entregou direitinho da outra vez. Eu queria a torradeira bonitinha, mas estou em contenção de gastos por que vou comprar um Play3 e tralalá eu sou uma pessoa mais feliz que vocês.

Anúncios

Coleção de coisas que eu conheci pouco tempo e já se tornaram do coração. Esses detalhes bobos que definem personalidade e caráter.

Menina Não Pode

O blog Menina Não Pode é cheio de traços meigos, cores aquareladas e situações dando a real da vida das garotas de vinte-e-poucos. Com certeza tocará mais o coração das meninas, mas os meninos também se identificarão com muitos quadrinhos. Tenho vontade de imprimir as tirinhas e pendurar na parede do meu quarto.

Escrito e desenhado pela Libu, uma moçoila de 26 anos que pelo jeito não é chegada em perfis no blog, mas tem twitter. É o tipo de pessoa que, pelo menos pelo trabalho, dá vontade de ser amiga.

Florence & The Machine


Afe, eu sou super atrasada. Eu tinha escutado Florence & The Machine por alto, a algum tempo, e não tinha dado a mínima bola. Até que eu escutei Dog Days are Over com a devida atenção e caí de amores.

Florence é completamente louca e tem uma voz linda. Ela parece saída de quadros clássicos, de todas as épocas, um pouco de renascimento, um tanto nervoso, pintura sacra um tanto profana. E eu adoro arte e gente louca, principalmente se tem voz bonita.

Chá Verde Pronto

Eu adoro chá, mas tenho horror a chá verde. É amargo, fedido, éca, éca, éca. Mas faz todo aquele bem pra saúde, emagrece, deixa a pele bonita, os cabelos sedosos, aumenta o sex appeal e eu gosto de me enganar. Então resolvi dar uma chance pra essa linha da Feel Good, apostando que por ser industrializado e gelado, o gosto seria melhor.

Não é que eu acertei? O chá verde é muuuuuuito bom. Provei o sabor amora e é meramente passável, mas vai ver que sou eu que sou chata. Gostei muito do chá branco também.

Só que eles são bem carinhos. No Ponto 11, restaurante na PUCRS, eles cobram cômicos R$2,80 por uma caixinha do tamanho de um Toddynho do chá verde. Prefiro comprar a caixa grande, no supermercado, e tomar aos borbotões.

Se depender da quantidade de chá verde, ficarei uma pessoinha esbelta e vitaminada até o final do verão. Ok, você já pode parar de rir.


Um blog sobre tudo, nada ou o que me der na telha. Volátil.

Twitter